Mara Figueiredo - marafig@linkway.com.br
Mara Figueiredo - marafig@linkway.com.br

Trágicas ou Jocosas?

Mara Figueiredo – marafig@linkway.com.br

Diante da fileira de tragédias deste ano, alguém postou no Facebook: Dá pra cancelar 2019? E acho que essa comoção não é sem motivo.

Gente! Enfileiraram-se, assim, sem pedir licença, o rompimento da barragem em Brumadinho, o incêndio que vitimou dez vidas no CT do Flamengo e, agora, a queda do helicóptero que pôs fim a um estilo absolutamente novo de jornalismo, deixando a sensação de antes e depois de Boechat. Precisamos dar uma guinada urgente nesse tipo de rota e buscar a retomada de um rumo mais ameno.

Em Araras, o que me chateou, além de todo esse cenário nacional, foi o fechamento da Loja Seller. A exemplo do que aconteceu em tempos outros, como o encerramento das atividades da Casa Mascotte, da Casa Zurita, da Casa Ferreira, da Relojoaria Real, da Relojoaria Rubi, e de tantos outros estabelecimentos, somos assolados por um sentimento de fim, muito difícil de ser sentido.

Dirão alguns: vem outra loja no lugar. Mas, sou sincera em dizer que fico um período em estado de tristeza, achando que quem chegou não é igual a quem partiu. Com o tempo, a gente acostuma, mas, até lá, só mesmo lendo essa nossa coluna, que serve como lenitivo, não é?

Outro foco

Hora de dormir, o maridinho, todo animado, diz à jovem esposa:
-Meu bem, venha ver uma coisa.
Ela vai até a sala, mas ele a convida para o quarto.
Saltitante, lá vai ela. O que viria? Ele deita-se na cama e pede que ela se deite ao seu lado. Apaga as luzes e… quase eufórico, mostra a novidade:
-Olhe que legal, querida, minhas havaianas brilham no escuro!

***

Três paulistas e um mineiro numa clínica de loucos

1º. paulista: – Eu tenho muito dinheiro… Vou comprar o Citibank!
2º. paulista: – Eu sou muito rico… Comprarei a General Motors!
3º. paulista: – Eu sou um magnata… Vou comprar a Microsoft!
E os três ficam esperando o que o mineiro ia falar.
O mineiro engole a saliva… faz uma pausa… e diz:
– Num vendo!…
Por que o número sete é cortado?

 

Dois sujeitos conversavam:

-Compadre, cê sabe por que o número 7 é cortado, tem aquela perninha?
-Sei não, nunca pensei nisso…
-Ô, compadre, é o seguinte: tava a multidão toda reunida lá no Monte Sinai, ouvindo a leitura dos Dez Mandamentos e, quando Moisés leu o sétimo mandamento: “Não cobiçarás a mulher do próximo”, o povo gritou: Corta o sete, corta o sete!

***

Comparação: as mulheres e o Fusca

Depois de certa idade, somos igual ao Fusca: o que vale é o estado de conservação e não o ano de fabricação.

***

Sem conexão

Numa conversa entre dois velhos, um antenado e um careta, o primeiro pergunta:
-Você tem Instagram ou WhatsApp?
O segundo, solícito:
-Não. Só tenho Dorflex. Serve?

***

Turco no leito de morte

Deitado em seu leito de morte, Salim chama o seu filho mais velho, com dificuldade tira um antigo relógio do bolso e diz:
-Filho… Está vendo este relógio aqui?
-Sim, papai… – responde o filho, com lágrimas nos olhos.
-Ele era do meu bisavô! Depois, foi passado para o meu avô… Em seguida, para o meu pai e depois para mim… E agora chegou a sua vez… Quer comprar?

***

A última do Joãozinho

A professora pergunta:- Joãozinho, que tipo de mulher você quer ter quando crescer?
-Professora, quero ter uma mulher igualzinha à lua!
A professora elogia: – Que lindo! Uma mulher linda, que brilhe como a lua, né?
-Não, professora! Que venha só passar a noite e de manhã desapareça!

***

Coluna anterior: Saudades

Mais notícias

COMPARTILHAR