O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) vai garantir pelo menos 196 mil vagas para novos contratos de financiamento de cursos superiores no primeiro semestre de 2015. A medida foi confirmada pelo ministro interino da Educação, Luiz Cláudio Costa, na última sexta-feira, dia 20, que segundo ele, esse é o número de solicitação de novos contratos que já foram aprovados pelo sistema do Fies. No entanto, o prazo de solicitação de contratos para o primeiro semestre letivo vai até dia 20 de abril, mas Costa afirmou que não tem previsão de quantas serão aprovadas até lá.

O prazo de solicitação de contratos para o primeiro semestre letivo vai até dia 20 de abril.

 

Em 2014, o número total de novos contratos foi 731,3 mil, considerando os dois semestres. Em comparação, até esta sexta, o número de novos contratos em 2015 é menor do que no ano anterior, mas Costa diz que não é possível comparar os dois números porque, apesar de o MEC (Ministério da Educação) ter adotado novos critérios para a concessão de contratos de financiamento, o sistema ainda funciona de acordo com a demanda dos estudantes, e até o fim do prazo, é possível que o número aumente. “São 196 mil vagas que já estão garantidas para determinados estudantes, isso significa que, na data de hoje, 196 mil estudantes já têm a vaga reservada. Agora têm que fazer o processo do banco, pegar os documentos”, explicou em nota.

No segundo semestre, o MEC vai migrar o sistema do Fies para um modelo semelhante ao de outros programas de seleção de estudantes. Ao contrário do modelo aplicado até este semestre, quando os candidatos já matriculados em um curso buscam o site para pedir financiamento, no novo sistema as vagas de cursos vinculados ao Fies serão pré-definidas e publicadas de uma só vez, além dos alunos serem selecionados para elas de acordo com sua nota no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Metade dos contratos já aditados

O MEC também divulgou na última sexta-feira, dia 20, que 978.961 contratos vigentes já foram aditados. De acordo com o Ministério da Educação, esse número equivale a cerca de 50% dos 1.920.884 de contratos que o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), que registrou desde 2010. Segundo o ministro interino, o processo de aditamento começa na instituição de ensino e depois o estudante vai até o sistema on-line do Fies para a segunda etapa. Já a terceira é encaminhar os documentos ao banco. No entanto, os 978.961 mencionados pelo MEC estão nesta terceira etapa, segundo ele.

Outros 713.769 contratos vigentes já passaram da primeira etapa e estão pendentes dos estudantes registrarem as informações no site do Fies. Porém, há ainda 228.154 contratos que ainda não passaram pela primeira etapa. (Com informações do portal g1.globo.com/educação)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*