Dois entregadores de mercadorias foram assaltados pela terceira vez em uma semana, dois dos crimes aconteceram em Araras e foram cometidos pelos mesmos criminosos, que levaram toda a carga de cigarros avaliada em aproximadamente R$40 mil.

O mais recente assalto aconteceu na manhã do último sábado, dia 28 de fevereiro. As vítimas tinham realizado uma entrega de cigarros em um bar no bairro Copacabana e, enquanto estavam cruzando a rua José Antônio Cressoni com o veículo Kombi da empresa, foram surpreendidos por um carro, um Polo da Volkswagen, que encostou ao lado ordenando aos funcionários que o seguissem.

Segundo as vítimas, durante a ação eles mesmos não hesitaram, já que reconheceram o criminoso, que na mesma semana ele mesmo teria assaltado a empresa. O suspeito não estava sozinho e enquanto os funcionários seguiam o Polo, outro criminoso, também reconhecido pelas vítimas, acompanhava a ação seguindo a Kombi pelas ruas em um carro Meriva. Durante a abordagem um dos criminosos disse às vítimas. “Me sigam e não tentem nenhuma gracinha”.

As vítimas então seguiram os criminosos, já que segundo elas sabiam que estavam armados. Os homens foram levados até a Zona Rural do município, próximo à Usina São João, lá renderam os funcionários e descarregaram toda a mercadoria da Kombi e colocaram os cigarros nos porta malas dos dois carros.

De acordo com as vítimas, com o intuito de não chamarem a atenção, os criminosos fizeram com que as vítimas estacionassem a Kombi em um local público, na avenida Limeira, e então os obrigaram cada um entrar em um dos carros dos bandidos. Após isso os funcionários foram levados até a cidade de Hortolândia, há aproximadamente 100km de Araras, lá foram soltos.

Ainda segundo relato das vítimas, os bandidos em nenhum momento apontaram as armas para eles, porém a todo instante estavam com os revolveres na cintura ameaçando os funcionários. “Eles diziam que nos conheciam, sabiam onde morávamos e nossas rotinas”.

Até o fechamento dessa edição nenhum dos suspeitos haviam sido presos ou até mesmo identificados pela Polícia Civil que investiga o caso.

Caso foi registrado na Delegacia de Polícia de Araras

 

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*