Chefe da Secretaria de Governo da Presidência da República firma compromisso para liberação de recursos, tendo autorizado de início R$ 508 mil para Araras

Arquimedes Ziroldo, diretor do Cindepar (Consórcio Público Intermunicipal de Inovação e Desenvolvimento do Estado do Paraná), deputado federal Nelson Marquezelli (PTB), prefeito Pedro Eliseu Filho (PSDB), Rubens Franco Júnior, presidente do Saema, e Antonio Carlos Lopes, prefeito de Astorga/PR e presidente do Cindepar
Arquimedes Ziroldo, diretor do Cindepar (Consórcio Público Intermunicipal de Inovação e Desenvolvimento do Estado do Paraná), deputado federal Nelson Marquezelli (PTB), prefeito Pedro Eliseu Filho (PSDB), Rubens Franco Júnior, presidente do Saema, e Antonio Carlos Lopes, prefeito de Astorga/PR e presidente do Cindepar

Mais uma vez acompanhado do deputado federal Nelson Marquezelli (PTB) e do presidente do Saema, Rubens Franco Júnior, o prefeito Pedro Eliseu Filho (PSDB) se reuniu no final da tarde de quarta-feira (13) em Brasília (DF) com o ministro-chefe da Secretaria de Governo da Presidência da República, Antonio Imbassahy. Durante o encontro foi protocolado ofício com pedido de verbas para aquisição de maquinários próprios para a limpeza e desassoreamento dos ribeirões de Araras.

Pedrinho Eliseu comentou a relevância da audiência com o ministro. “Gostaria de ressaltar a importância dessas visitas aos ministérios, já que pessoalmente conseguimos um contato direto com as autoridades e antecipamos os pleitos desses recursos que serão consignados para Araras”, destacou o chefe do Executivo ararense.

A Secretaria de Governo é um órgão essencial da Presidência da República que assiste direta e imediatamente o presidente do Brasil na condução do relacionamento do Governo Federal com o Congresso Nacional e com os partidos políticos. Também tem importante papel na interlocução com governadores e prefeitos, no relacionamento e na articulação com as entidades da sociedade civil, objetivando a formulação, supervisão, coordenação, integração e articulação de políticas públicas.

Consórcio e máquina de asfalto vibroacabadora

A visita dos ararenses a Brasília, mais especificamente junto ao Ministério das Cidades, resultou em mais benefícios para o município. Uma máquina de asfalto vibroacabadora avaliada em R$ 800 mil será destinada a Araras que, com esse novo equipamento, irá economizar entre 60 e 70% dos valores que são empenhados atualmente  nas obras de recapeamento asfáltico. Além de ser escolhida para receber a máquina, Araras poderá inclusive sediar um consórcio.  Caso seja designada para liderá-lo, o asfalto poderá sair com custo zero e ainda atender a demanda de cidades vizinhas.

“Pelo que foi explicado, o que a gente paga para fazer o recapeamento hoje, custa por volta de R$ 18,00 a R$ 20,00 o metro de asfalto. Com a máquina própria esse valor fica entre R$ 6,00 e R$ 8,00 no máximo (com a mesma espessura e qualidade), o que é um ganho sensacional para nossa cidade. Quero agradecer o deputado federal Nelson Marquezelli (PTB) e sua assessoria, que mais uma vez nos acolheu aqui na Capital Federal”, destacou o prefeito.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*