Anete Monteiro dos Santos Casagrande (PSDB)
A vereadora Anete Monteiro dos Santos Casagrande (PSDB) foi a autora do profeto

Foi aprovada na segunda sessão ordinária da Câmara Municipal, realizada dia 11, uma moção de apelo, de autoria da vereadora Anete Monteiro dos Santos Casagrande (PSDB), para a urgente normalização do atendimento de radioterapia pela Diretoria Regional de Saúde X da cidade de Piracicaba/SP.

O pedido da moção é uma demanda que a vereadora tem juntamente com a Associação Laço Rosa de Araras (Alara), entidade do terceiro setor, a qual tem batalhado em nossa cidade pelo acolhimento de mulheres portadoras de câncer de mama e ginecológico.

O grande problema enfrentado em Araras e nas cidades da região, como em Leme, Conchal, Pirassununga e Santa Cruz da Conceição, as quais integram a Comissão Intergestores Regionais de Araras (CIR), é junto ao órgão do Governo do Estado de São Paulo e com a equipe da vizinha cidade de Limeira quanto à liberação das cotas para o tratamento da radioterapia. Só em Araras já são 35 pacientes que estão aguardando na fila para realizá-lo. “Além da Alara, tenho recebido diversos relatos de munícipes que estão há meses aguardando para realizar a radioterapia e alegam a falta de liberação por parte do Governo do Estado de São Paulo. Temos que nos unir em prol dessa luta, essa doença é muito grave e os pacientes não podem esperar”, complementa Anete.

A ideia da moção de apelo também veio após a realização da audiência pública da Saúde, realizada no último dia 31 de janeiro, na Câmara Municipal de Araras, onde Anete questionou o secretário de Saúde, Romildo Benedito Borelli, a respeito da situação das vagas de radioterapia e foi informada de que haveria uma reunião nos próximos dias junto à DRS e demais gestores da nossa região. “Portanto, pelas recentes queixas dos moradores de nossa cidade, da região, de entidades do terceiro setor militantes na luta contra o câncer, que dependem do poder público para realizar o tratamento, temos que buscar por soluções junto aos órgãos competentes pela normalização com urgência de tal serviço”, frisou a vereadora.

O documento aprovado será encaminhado ao governador do Estado de São Paulo, à Secretaria de Estado da Saúde, à presidência da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, à liderança dos partidos representados na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, à Diretoria Regional de Saúde X de Piracicaba, aos prefeitos de Araras, Leme, Conchal e Pirassununga e à prefeita de Santa Cruz da Conceição, além das Secretarias de Saúde dos municípios citados.

Mais notícias