Ambos os casos foram registrados na Delegacia de Polícia de Araras

Uma mulher, de 49 anos de idade, caiu em um golpe de um falso locatário de residência que extraiu R$ 1 mil da vítima, após fingir ser dono de uma casa que estaria alugando. O homem usou inclusive de um falso anúncio no jornal para atrair pessoas a caírem no golpe.

Caso foi registrado na Delegacia de Polícia de Araras

O golpe teve início por meio de um anúncio publicado em um jornal, onde descrevia uma casa para alugar no bairro Parque Industrial acompanhado de um número telefônico. A vítima entrou em contato e um homem que se identificou como Luiz atendeu a ligação, confirmou as informações e ainda se ofereceu para a mulher dizendo que poderia ir até ela para dar uma carona e em seguida leva-la para conhecer a residência.

Como combinado, o homem foi até a vítima e, em seguida, foram até a casa. A mulher descreveu o veículo que seria um Nissan March de cor prata, com amassados no capô e parte traseira também.

Durante a visita na casa, que estaria para alugar, a vítima ficou convencida de que gostaria de fechar o negócio, foi aí que então o criminoso usou ainda mais de seu repertório de estelionatário. O homem levou a mulher até um supermercado para que ela efetuasse um saque no valor de R$ 1 mil, em seguida, a vítima pagou o criminoso, que ainda preencheu um contrato com os punhos de adiantamento do aluguel. A mulher foi deixada em casa pelo homem que deu a ela duas cópias das chaves que seriam da residência.

Algumas horas após o pagamento, a mulher voltou até a casa para efetuar a limpeza, porém percebeu que as chaves não abriram as fechaduras, foi aí que começou a desconfiar de que algo estaria errado, já que, de acordo com os vizinhos, aquela residência seria de quatro irmãos e não de apenas um homem.

Em contato com um dos irmãos, a vítima teve a confirmação de que teria caído em um golpe, já que um dos verdadeiros proprietários da residência disse que a casa está para alugar apenas pela imobiliária, que inclusive não havia documentado que teria um cliente interessado em aluga-la. A mulher também tentou telefonar para o criminoso, porém não atendeu a ligação.

A maior parte das imobiliárias ararenses costuma disponibilizar chaves das residências e autorizarem que os interessados possam ir até elas sem a presença de um funcionário.  Em troca exigem que o interessado deixe seus documentos pessoais com eles. A Polícia Civil de Araras investigará o caso.

 


 

 

Homem é preso em flagrante ao tentar furtar veículo

Um homem de 33 anos de idade foi preso em flagrante no último sábado, dia 2, ao tentar furtar um veículo nas proximidades do Parque Ecológico “Gilberto Ruegger Ometto”. O criminoso foi impedido após ser flagrado pela Polícia Militar em atitude suspeitas.

O caso flagrado pela PM iniciou como uma simples ronda da viatura, que no momento passava próximo ao local, já que paralelo ao parque há um motoclube que, inclusive, no horário estava realizando uma confraternização com seus membros.

A Polícia avistou esse acusado tentando sair com um veículo em velocidade reduzida e desconfiando da atitude suspeita, decidiu voltar e realizar a abordagem. A princípio o homem disse que o carro seria de um amigo, porém a PM logo constatou que o carro poderia ser produto de furto, já que estava com a porta e o vidro danificado.

O homem foi preso em flagrante e a vítima foi identificada, já que era um dos participantes do evento que ocorria no motoclube, próximo ao local da ocorrência. O indiciado foi levado até a Cadeia Pública de Pirassununga e em seguida transferido para a Penitenciária Estadual em Itirapina/SP.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*