Pelo segundo dia seguido uma ararense registrou ter caído em um golpe de estelionato pelo telefone. Dessa vez, o “conto do vigário” foi envolvendo um falso parente que estava com problemas na rodovia e precisava de um depósito bancário.

De acordo com o boletim de ocorrência, registrado na Delegacia de Polícia Civil de Araras, a mulher de 51 anos de idade recebeu uma ligação de um possível parente que mora no Estado Goiás que estava na rodovia em direção a Araras, mas que teve problemas com a manutenção do carro e estava precisando de que a vítima fizesse um depósito de R$800 para ajudar. A vítima fez o depósito e depois ligou para os familiares em Goiás que não confirmaram a história, o que fez a vítima concluir que havia caído em um golpe.

A Polícia Civil de Araras alerta que as pessoas antes de efetuarem qualquer transação bancária confirmarem anteriormente as informações. Na última quinta-feira, dia 31, outra mulher também caiu em um golpe de estelionato, na ocasião a vítima perdeu a quantia de R$4,5 mil.

O golpe da primeira mulher teve início no momento em que a vítima conheceu um homem por meio de um site de relacionamentos na internet, desde então começaram a trocar mensagens e se conhecerem melhor, o homem inclusive sabia até onde ela morava. Recentemente o homem disse à vítima que embarcaria em um navio a trabalho, já que dizia ser engenheiro.

Após o embarque, continuaram os contatos entre vítima e golpista, até que ele disse por email, no mesmo dia que embarcou, que estava com problemas, pois o navio seria interceptado por piratas e então ele teve que enviar à mulher toda sua bagagem. Segundo ele a bagagem seria enviada ao Brasil mais precisamente em Brasília/DF e que pessoas de um site denominado “Gramer Express” entrariam em contato com ela.

Um dia depois, uma pessoa com voz masculina e com sotaque estrangeiro ligou para a mulher e disse que a mesma precisaria depositar o valor de R$4,5 mil em uma conta bancária. E não deu outra, a vítima fez o depósito, até então sem saber que estava caindo em um golpe. O golpista no mesmo dia ainda entrou novamente em contato com a mulher alegando que na bagagem teria uma quantia em dinheiro e que para aquela retirada outra taxa seria cobrada e que a mesma teria que fazer outro depósito, porém suspeitando que estava caindo em um golpe a vítima desligou o telefone e foi na manhã de quinta-feira, registrar um boletim de ocorrência na Delegacia de Polícia de Araras.

(Lucas Neri)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*