Com 2.400 vagas disponíveis, o funcionamento do estacionamento rotativo acontecerá em caráter educativo

Segundo a empresa, o jeito mais fácil de pagar a Zona Azul é pelo aplicativo Digipare com download gratuito (sistemas iOS, Android e Windows)
Segundo a empresa, o jeito mais fácil de pagar a Zona Azul é pelo
aplicativo Digipare com download gratuito (sistemas iOS, Android e Windows)

A esperança de um trânsito melhor na região central de Araras parece estar mais próxima da realidade. Segundo informações do secretário municipal de Segurança Pública e Defesa Civil, Moisés Daniel Furlan, o novo sistema da Zona Azul começará a funcionar na próxima segunda-feira (4).

Com 2.400 vagas disponíveis, o funcionamento do estacionamento rotativo acontecerá em caráter educativo para que os motoristas conheçam o sistema.

O sistema Digipare que será utilizado para a emissão, renovação e regularização dos tíquetes via aplicativo, pelo site, por SMS ou telefone 0800, poderá ser utilizado pelos usuários cadastrados por meio do CPF no site www.digipare.com.br. Motoristas sem cadastro podem emitir o tíquete em um dos postos de venda oficiais.

O estacionamento rotativo em Araras está suspenso desde 12 de janeiro deste ano. A decisão aconteceu após o vencimento do contrato entre a Prefeitura e a empresa Hora Park/Estapar. Na época, o prefeito Pedro Eliseu Filho (PSDB) alegou que, por conta de problemas jurídicos, a nova licitação que foi aberta no ano passado para a Zona Azul foi impugnada pela própria Hora Park.

Nova Zona Azul

A Zona Azul de Araras contará com o sistema Digipare, que está em funcionamento em quase 40 cidades de todas as regiões do Brasil e pertence a uma empresa ararense, inclusive.

Posto da Guarda Civil Municipal no Casarão da praça Monsenhor Quércia servirá para orientações aos usuários do sistema
Posto da Guarda Civil Municipal no Casarão da praça Monsenhor Quércia servirá para orientações aos usuários do sistema

A proposta é universalizar o acesso ao serviço do estacionamento rotativo, utilizado por milhares de pessoas diariamente, permitindo que o motorista possa escolher a melhor forma de emitir o tíquete com toda comodidade e conforto.

Segundo a empresa, o jeito mais fácil de pagar a Zona Azul é pelo aplicativo Digipare com download gratuito (sistemas iOS, Android e Windows). Após fazer o cadastro, registrar os dados do veículo e a forma de pagamento, o usuário compra os créditos. Ao estacionar nas ruas, emite o tíquete pelo celular. O valor é descontado do saldo comprado anteriormente. Também pode renovar e regularizar o tíquete da Zona Azul pelo aplicativo. Tudo na palma da mão.

Se preferir o motorista também pode emitir o tíquete no comércio, nos chamados postos de venda oficial. É só informar o tempo de uso da vaga, de acordo com as regras da Zona Azul de Araras, e a placa do veículo.

Outra novidade no novo sistema será a fiscalização, que será feita por guardas municipais, ao invés de pessoas contratadas pela empresa, como era na antiga zona azul. Segundo o prefeito, a tolerância tende a ser maior que anteriormente e os guardas terão o objetivo de multar o menos possível, orientando os motoristas.

Valores da Zona Azul

Conforme divulgado pelo Opinião em fevereiro deste ano, os novos valores cobrados, além do preço de R$ 1,50 a hora, o motorista tem a opção de estacionar também por 30 minutos pagando R$ 0,75. Se o tempo de estacionamento for duas horas, o valor passa para R$ 2,50. Anteriormente, o valor para meia hora era de R$ 0,50 (com o uso do cartão ou aplicativo de celular) e por duas horas R$ 1,50.

De acordo com a Prefeitura, a tolerância para que não haja autuação será de

10 minutos após o vencimento do tíquete e também 10 minutos, depois do veículo estacionado, para que o motorista possa colocar o comprovante em um local visível do carro.

O sistema contará com a fiscalização de guardas municipais e, segundo o secretário de Segurança Pública e Defesa Civil de Araras, Moisés Daniel Furlan serão empenhados 20 gms para a função. A princípio os guardas que compõem o atual efetivo da corporação vão exercer a fiscalização do estacionamento rotativo. “Está previsto para daqui pouco mais de 90 dias a formação de novos guardas que atuarão no sistema rotativo de veículos. Eles estarão armados e também vão contribuir para a segurança na região central”, explicou.

De acordo com os tópicos do novo projeto enviados à imprensa pela Secretaria

Municipal de Comunicação Social e Institucional (Secom) em fevereiro, o contrato terá valor equivalente a 30% do total arrecadado por mês com o estacionamento rotativo. Os outros 70% serão utilizados pela Prefeitura em investimentos nas áreas de segurança pública e trânsito (85% desta arrecadação municipal) e saúde (10%), além de ações voltadas ao comércio de

Araras (5%).

O potencial previsto de arrecadação com a zona azul em Araras por mês, de acordo com a Prefeitura, é de R$ 200.000,00, ou seja, R$ 140.000,00 ficariam com o município e os outros R$ 30 mil com a empresa vencedora da licitação.

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*