Número de doadores de órgãos dispara mais de 20 por cento, em 2017, no Estado de SP

Também no ano passado, a Central de Transplantes, da rede pública, realizou mais de dois mil e 200 procedimentos simples, como os de coração, fígado e rim.

O balanço divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde aponta, ainda, que SP responde sozinho por metade dos transplantes realizados no País.

Apesar do cenário positivo, o próprio Governo reconhece que o número de procedimentos poderia ser maior.

É que o Estado tem estrutura para realizar mais transplantes, mas, pra isso, mais pessoas precisam manifestar à família que querem ser doadoras.

Por isso, profissionais da Secretaria vão reforçar o trabalho de conscientização.

Hoje, SP conta com um sistema estadual que permite criar uma fila de espera baseada no tempo de cadastro dos pacientes, compatibilidade e gravidade da situação. E que indica, automaticamente, quem pode receber um órgão que acaba de ficar disponível.

Mais Notícias

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*