Laila e Fernando Hebling eram recém casados. A mulher estava grávida há quatro meses

Em um fim de semana violento, com acidentes fatais envolvendo pessoas de Araras, outra vítima chamou atenção. Laila Lúcia Ribeiro Hebling, de 29 anos de idade, morreu no Hospital São Luiz 8 horas após ter sofrido grave acidente na rodovia Wilson Finardi (SP-191), rodovia que liga Araras a Rio Claro/SP, cidade em que a vítima morava. A psicóloga era recém casada e estava grávida há 4 meses.

Entre as vítimas ainda estão quatro ocupantes de dois carros envolvidos na colisão, além do marido de Laila, que também foi hospitalizado em estado grave juntamente com a esposa, entretanto passou por cirurgia e está fora de perigo.

O acidente aconteceu enquanto Laila e o esposo dirigiam na rodovia no sentido Rio Claro/SP e foram surpreendidos por um acidente provocado por outro veículo e um caminhão durante uma ultrapassagem. O motorista do outro carro envolvido na colisão estava aparentemente embriagado, por isso foi submetido ao teste sanguíneo que deu positivo, entretanto o homem não foi preso, já que seu quadro clínico também é grave.

O corpo da psicóloga foi sepultado no último domingo, dia 8, em sua cidade natal, Pirassununga/SP.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*