O Grupo está em festa, hoje dia 31 de março, em comemoração aos 46 anos de fundação do Opinião Jornal. Além disso, neste sábado, dia 4, este que é o primeiro diário de Araras chega a 7 mil edições. Nesta data a redação traz um pouco da história do jornal.

A história começou em junho de 1965, quando Valentim Viola, atual diretor do Grupo, criou a primeira edição da Revista Opinião, que era editava por ele próprio e impressa na gráfica Odeon. Com o passar dos anos, a cidade foi demonstrando uma maior demanda de notícias e por conta disso foi comprada uma gráfica para a impressão da revista e de impressos comerciais para toda região.

Devido a expansão de Araras e de sua população, foi notado que poderia ser feito algo mais factível, foi ai que Valentim fundou o Opinião Jornal no dia 31 de março de 1969, que a princípio era semanal e circulava todo sábado.

Ao longo da história o Opinião enfrentou as dificuldades da ditadura militar que chegou até Araras em maio de 1970 com a intervenção federal que afastou o prefeito da época, Professor Milton Severino (MDB) e colocou em seu lugar o Coronel Theodoro de Almeida Pupo, que seguiu o mandato até 1972.

Com supostas denúncias, os militares chegaram a inspecionar a redação do jornal e fazer com que ela não funcionasse durante uma semana. Além disso, Valentim recebeu uma série de ameaças e enfrentamentos.

Passado várias barreiras, nos anos 80 o jornal se tornou bisemanal e no dia 14 de setembro de 1997 passou a ser o primeiro jornal diário de Araras. Valentim escolheu essa data em homenagem a um grande amigo, o Professor Pedro Peixoto Filho.

Todo esse depoimento foi documentado no dia 26 de novembro de 2013 pela Comissão Nacional da Verdade, que tem por finalidade apurar as graves violações de Direitos Humanos ocorridas entre 18 de setembro de 1946 e 5 de outubro de 1988.

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*