Mesmo com a queda, Luísa Duarte (à direita) continuou e chegou em 17º lugar, a frente de outra brasileira, Beatriz Neres, 18º colocada.

Uma queda da bike tirou a atleta Luísa Duarte da briga por medalha do triathlon nos Jogos Pan-americanos no último sábado, dia 11, em Toronto no Canadá. A jovem Ararense sofreu uma queda na segunda das seis voltas da prova do ciclismo que, mesmo com ferimentos, continuou na competição e ainda chegou em 17º lugar, a frente de outra brasileira, Beatriz Neres, que terminou na 18ª colocação.

Mesmo com a queda, Luísa Duarte (à direita) continuou e chegou em 17º lugar, a frente de outra brasileira, Beatriz Neres, 18º colocada.
Mesmo com a queda, Luísa Duarte (à direita) continuou e chegou em 17º lugar, a frente de outra brasileira, Beatriz Neres, 18º colocada.
luisa 2-cor
Atleta ararense deixou a prova com marcas e cortes nas mãos e costas, além de ter parte do maiô rasgado.

“Após uma largada um pouco estranha, onde o ‘on your marks’ não foi anunciado e perdi um tempinho, consegui nadar no grupo principal, que mais tarde, viraria o primeiro pelotão. Estava muito bem encaixada e me sentindo confiante na bike, porém sofri uma queda na segunda volta do ciclismo, faltando 30 km para pedalar e mais 10 km de corrida. Não pensei duas vezes, voltei para a prova e dei o máximo, afinal, Pan acontece de 4 em 4 anos”, comentou a atleta, em sua rede social. “Tive o sti do câmbio traseiro quebrado, pois das 22 marchas restaram apenas duas para continuar na prova, e depois corri com dores nas pernas, terminando na 17ª colocação”, concluiu.

Chorando, Luísa deixou a prova com marcas e cortes nas mãos, costas, além de ter parte do maiô rasgado. No entanto, a triatleta não lamentava a colocação que obteve, mas sim a queda sofrida durante a competição.

“É muito duro ficar falando o ‘e se…’. Agora é tirar a lição pra corrigir os meus erros técnicos, erguer a cabeça e saber que o que foi treinado, ainda está em mim e isso queda nenhuma tira!”, finalizou a ararense.

Sua companheira de delegação, Pamella Oliveira (bronze nos Jogos de 2011 no México), foi a brasileira melhor colocada na competição. A triatleta ficou em 10º lugar, após liderar parte da disputa que contava com 1,5 km para natação, 40 km de ciclismo e 10 km de corrida. Foi Pamella, inclusive, que amparou Luísa no final da competição.

 

Medalhas

A medalha de ouro do 17º Jogos Pan-americanos ficou com a chilena Bárbara Riveros (5ª do ranking mundial e prata no Pan de 2011), sendo esta uma conquista inédita para o seu país na modalidade. Já a prata foi para a mexicana Paola Diaz, enquanto a atleta do país de Bermudas, Flora Duffy, ficou com o bronze. (fonte: www.folha.uol.com.br/esporte)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*