cerca

Atualmente o Residencial Arnaldo Mazon é delimitado por cercas metálicas, muitas delas parcialmente danificada o que para o secretário de Segurança Pública e Defesa Civil de Araras, João Tranquilo Beraldo, contribui para a criminalidade atuar no local com mais facilidade. Analisando isso, e também atendendo a pedidos de muitos moradores do local, a Prefeitura de Araras repensou sobre a construção de um muro, o que para o secretário melhorará a segurança no local.

A Secretaria de Planejamento, Gestão e Mobilidade informou que as obras para construção do muro de fechamento do entorno do Condomínio Arnaldo Mazon já foram licitadas. O processo ainda será homologado e as obras devem começar nos próximos dias. Os investimentos estimados da Prefeitura para o fechamento do muro são de R$ 497.487,59. A obra irá contemplar a construção de 1.340 m² de muro de 3,20 m de altura com bloco de concreto, trocas e retiradas de antigos alambrados, reparo em muro de arrimo. Na entrada do condomínio, na avenida Presidente Costa e Silva, e na parte lateral direita, será construído um muro menor de 1,20 m de bloco de concreto. O restante será completado com alambrado de 2 metros de altura.

O residencial entregue aos moradores em 2012 por meio do Programa Minha Casa, Minha Vida do Governo Federal tem sido alvo de inúmeras prisões realizada pela Polícia Militar e também pela Guarda Municipal e estas prisões normalmente sofrem dificuldade justamente pela facilidade de evasão dos suspeitos por entre as grades danificadas. “A construção deste muro facilitará o serviço das autoridades, além disso dará ao cidadão de bem do local mais segurança”, explica o secretário de Segurança.

Recentemente, na última sexta-feira, dia 29 de abril, durante a prisão de um rapaz por tráfico de drogas, segundo a GM, algumas pessoas arremessaram pedras na viatura e apenas pararam assim que um dos GMs disparou um tiro para o alto, com munição não letal.

De acordo com o boletim de ocorrência, a Guarda recebeu uma denúncia de que dois rapazes estavam vendendo drogas em frente ao portão do residencial localizado no Narciso Gomes. Assim que a viatura chegou deu início a confusão, já que os rapazes ao invés de se entregarem correram para dentro do condomínio.  Durante a fuga dos suspeitos, os guardas atrás enquanto a dupla corria em direção a um dos apartamentos, até que os GMs entraram em luta corporal com os jovens tentando detê-los. Durante a ação, os guardas alegaram que um dos suspeitos, o adolescente de 17 anos, durante a fuga, caiu e bateu a cabeça em uma parede, o que ocasionou um corte. Um dos guardas também lesionou o dedo durante a luta e teve que se afastar da guarda. Na ação os jovens suspeitos usaram buracos da grade para correr dos guardas.

(Lucas Neri) 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*