placas vandalismo 1
Demutran alerta a população para que denuncie casos de vandalismo e furto de sinalização
Reposição do material acaba onerando financeiramente o município
Reposição do material acaba onerando financeiramente o município

Placas e material de sinalização viária de trânsito, como cones e cavaletes tem sido alvo de furtos e atos de vandalismo. A informação é da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Civil, por meio do Demutran (Departamento Municipal de Trânsito), que chama atenção para o problema, frequente nas áreas rural e urbana da cidade.

Segundo o diretor do Demutran, Luiz Carlos Bressan Jr, no último fim de semana, possivelmente por brincadeira, houve a inversão de placa de sentido obrigatório alterando o sentido do fluxo na Avenida Dona Renata. “Quase toda semana, constatam-se furtos de placas, pichações, depredações de postes e de placas, trocas de lugar, inversão do sentido da via, modificando a sinalização original, com grave risco de provocar acidentes”, alerta.

Bressan ressalta que a reposição do material acaba onerando financeiramente o município. “As placas custam caro e quem acaba pagando esta conta é o munícipe. Por isso, quando alguém avistar vândalos danificando ou furtando placas, comunique imediatamente para a Guarda Municipal e Polícia Militar, a fim de que sejam tomadas as providências. A população de bem e trabalhadora de nossa cidade, não pode continuar pagando pelos atos desses criminosos”, ressalta.

O Secretário de Segurança Pública e Defesa Civil, João Tranquillo Beraldo, informou que estas ocorrências podem ser tipificadas como crimes de furto e de dano ao patrimônio público, podendo resultar em prisão em flagrante dos responsáveis.

Lembrou ainda que caso ocorra um acidente em virtude de danos ou modificação da sinalização, os responsáveis, quando identificados, também responderão na área cível pelos eventuais danos ao patrimônio de terceiros e criminalmente caso ocorram lesões em pessoas ou em casos mais graves até óbitos.

Beraldo também ressaltou que, às vezes, a retirada da placa é feita irresponsavelmente como uma brincadeira entre jovens. Mesmo assim, se forem flagrados responderão pelos crimes.

Placas, cones de sinalização, cavaletes ou qualquer material identificado e pertencente ao patrimônio público, encontrado em mãos terceiros sujeitam o infrator a ser enquadrado no crime de receptação.

(LN Com informações da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Civil).

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*