Noventa e cinco por cento do lixo encontrado nas praias brasileiras é composto por plástico

Garrafas, copos descartáveis, canudos, cotonetes, embalagens de sorvete e redes de pesca lideram o monitoramento realizado desde 2012, pelo Instituto Oceanográfico da USP, em parceria com o Instituto Socioambiental dos Plásticos.

O estudo estima que 80% do lixo tenham origem terrestre. A gestão inadequada e as atividades econômicas da indústria, comércio, serviços portuários e de turismo foram as principais causas apontadas.

Os 20% restantes têm origem nos próprios oceanos, gerados pelas atividades pesqueiras, mergulho recreativo, pesca submarina e turismo, como cruzeiros, por exemplo.

Um estudo de 2015 feito nos EUA indicou que no ranking dos países mais poluidores dos mares, o Brasil ocupa a 16ª posição.

Mais Notícias

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*