De acordo com a PM de Araras, as duas viaturas que chegarão serão cruciais para o patrulhamento na cidade
De acordo com a PM de Araras, as duas viaturas que chegarão serão cruciais para o patrulhamento na cidade

A frota da Polícia Militar de Araras e de mais 18 municípios da região de Piracicaba será reforçada com 84 novas viaturas. A entrega dos veículos foi feita, na última quarta-feira, dia 2, pelo governador Geraldo Alckmin (PSBD – Partido da Social Democracia Brasileira) e pelo secretário da Segurança Pública, Alexandre de Moraes. A companhia ararense receberá dois veículos.

Segundo o atual comandante da PM ararense, Costa Pereira, os veículos serão duas Spin e estão ainda serão equipadas e personalizadas para o uso especial da polícia. “Essas novas viaturas chegam no momento certo a nossa cidade, já que muitas das nossas atuais viaturas estão em péssimo estado, inclusive já chegamos a necessitar de viaturas e não ter no momento”, explica o tenente.

Ao todo, o Governo do Estado gastou R$ 6.392.200 na compra das 84 viaturas. “Apesar da crise que atinge o país, o governador não retirou nenhum centavo do investimento em Segurança Pública”, destacou Moraes. “Isso mostra o seu compromisso com as polícias e com a segurança da população”.

A Polícia Civil recebeu 31 veículos, que foram adquiridos por R$ 1,8 milhão. A PM ganhou 53 carros, que foram comprados por R$ 4,5 milhões. As viaturas são dos modelos Duster, Spin, TrailBlazer, Palio, Ducato e Logan. “Esse investimento vai garantir que a criminalidade em Hortolândia caia ainda mais. Em janeiro deste ano, os homicídios caíram 75% na cidade”, afirmou o secretário.

O governador Alckmin ressaltou que as mortes intencionais já mostravam redução no ano passado. “Segurança é uma luta diária, mas vivemos um cenário promissor. Dos homicídios, Hortolândia reduziu 38% nos casos de 2014 para 2015. Só em janeiro, caiu de quatro mortes, em 2015, para uma neste ano”, destacou Alckmin.

 

Audiências de custódia

O secretário anunciou que está em tratativas com o Tribunal de Justiça de São Paulo para expandir o programa das audiências de custódia para todas as regiões do Estado.

Na presença do presidente do TJ/SP, Moraes informou que as comarcas da Grande São Paulo serão as próximas a receber o programa. Hoje, as audiências já funcionam em toda Capital.

Para o governador, a medida representa um avanço: “São Paulo foi pioneiro no país na implantação das audiências de custódia. É um ganho para a sociedade, pois o preso é levado a um juiz em até 24 horas e só fica preso se for necessário”, explicou Alckmin.

(Lucas Neri Com informações SSP).

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*