A polícia apreendeu uma arma garruchão em uma residência no Jardim Aeroporto.

O curioso deste fato que aconteceu quinta-feira, dia 25, é que a polícia foi até a residência, com objetivo de recuperar uma bicicleta produto de apropriação indébita – crime previsto no artigo 168 do Código Penal Brasileiro, que consiste no apoderamento de coisa alheia móvel, sem o consentimento do proprietário -. Chegando ao local, a moradora da residência atendeu à polícia, que localizou a suposta bicicleta. Contudo, ainda no imóvel, o policial localizou uma espingarda velha, sem marca e numeração aparente, desprovida de alguns componentes, bem como dois cartuchos deflagrados de calibre 36, um cartucho de fuzil calibre 7.62 com o projétil, mas sem carga de pólvora e de espoleta deflagrada.  Assim como um objeto metálico em forma de projétil de arma.

O suposto proprietário da arma compareceu à delegacia policial de Araras espontaneamente após saber do ocorrido. O homem, de 41 anos, alegou que a espingarda foi encontrada no ferro velho e era sucata, bem como o cartucho do fuzil que segundo ele, também foi encontrado e, posteriormente, o transformaria em um chaveiro. Já com relação aos cartuchos deflagrados, o homem alegou que não lhe pertencia e que um outro sujeito havia deixado em sua residência.

(Gabriela Grigoletto)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*