Polícia Civil de Rio Claro (SP) está investigando três casos de desaparecimento de pessoas. Somente neste ano, a Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Rio Claro registrou 18 casos, dos quais 15 já foram solucionados. A maioria dos procurados acabou retornando para casa por conta própria.

Mas três pessoas continuam desaparecidas. O último caso registrado é o do comerciante Ivan de Caires, de 50 anos. Ele saiu de casa, no bairro Floridiana, na manhã de 6 de fevereiro, sem dizer para onde ia. Os familiares estranharam quando ele não apareceu para abrir a lanchonete, que fica na frente de onde mora, no fim da tarde.

Eles espalharam cartazes pela cidade e colocaram apelos nas redes sociais. Também conseguiram uma gravação de uma câmera de segurança na qual ele aparece na frente da casa do sogro. Nas imagens, ele vai até o portão, mas volta, fecha o carro e sai a pé, sozinho.

 

Os irmãos encontraram o carro trancado com a chave no contato. “É estranho porque ninguém tranca a chave dentro [do carro]”, afirmou o irmão Edgar Roberto de Caires.

O comerciante foi visto andando na beira da rodovia no sentido a Araras (SP) e, depois em um posto próximo daquela cidade. Os irmãos foram verificar, mas não o encontraram.

A polícia instaurou procedimento investigativo está ouvindo testemunhas pra levantar novas pistas.

Desaparecido há quase três meses

O caso mais antigo é do vendedor de carros Wagner Lourenço, de 35 anos, visto pela última vez em 28 de novembro de 2017.

A família conta que ele saiu de casa, em um condomínio de chácaras em Ipeúna, e foi para Rio Claro encontrar com alguns colegas. Depois levou o computador na casa de um amigo e não foi mais localizado após sair de lá.

O outro caso investigado é de Severino dos Ramos Ribeiro da Silva, de 30 anos, que está desaparecido desde 9 de janeiro.

Quem tiver alguma informação sobre pessoas desaparecidas pode entrar em contato com a Delegacia de Investigações Gerais de Rio Claro, pelo telefone (19) 3524-9000.

Fonte: G1

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*