Claudinei Henrique Camargo foi esfaqueado e teve parte do corpo queimado, em Rio Claro (SP), após desentendimento por valor de programa sexual, em dezembro

Policiais da Ronda Ostentiva com Apoio de Motocicleta (Rocam) de Rio Claro (SP) prendeu, nesta terça-feira (9), o terceiro suspeito de envolvimento no assassinato de um cabeleireiro de 27 anos, em dezembro do ano passado. Dois travestis já tinham sido presos suspeito do crime.

O homem, de 35 anos, foi beneficiado pela saída temporária de fim de ano e não tinha retornado para o complexo penitenciário de Hortolândia.

Durante uma ronda, o suspeito foi abordado e os policiais constataram que ele era foragido da unidade prisional. No Plantão Policial, havia um pedido de prisão preventiva pela morte de Claudinei Henrique Camargo.

O crime

De acordo com a GCM, o corpo de Henrique Camargo, que era homossexual, foi encontrado por uma pessoa que passava perto de um terreno no Jardim São Paulo, no dia 26 de dezembro.

Segundo investigação policial, o motivo do crime foi um suposto desentendimento sobre o valor de um programa sexual que Camargo teria feito. A polícia não deu detalhes do envolvimento do homem preso nesta terça e dos dois travestis presos no dia que o corpo foi encontrado.

A morte do cabeleireiro comoveu dezenas de amigos, que postaram no Facebook homenagens e mensagens de indignação pela morte violenta. Fonte: G1

Mais Notícias

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*