O asfalto danificado pelas chuvas foi reformado na tarde de ontem (7)

Engenheiro da obra declarou que seria necessária reforma na base da ponte para liberação, porém, após reforma apenas no asfalto, o local já foi liberado

O asfalto danificado pelas chuvas foi reformado na tarde de ontem (7)
O asfalto danificado pelas chuvas foi reformado na tarde de ontem (7)

Uma falha na comunicação interna da Prefeitura ararense envolveu a Ponte do Curtume, que segundo um dos engenheiros da obra seria interditada em um período de 15 dias. No entanto, no dia seguinte, no caso ontem (7), o trânsito foi liberado.

A informação da interdição após fortes chuvas do último sábado (4) foi transmitida pelos veículos de comunicação da Prefeitura ararense por meio de comunicados e videorreportagens publicados pela Secretaria de Comunicação (Secom), em que o engenheiro da Prefeitura, Rodolfo Terabuio, declarou que a ponte ficaria pelo menos 15 dias interditada para obras. No entanto, no final da tarde de ontem o local já estava com o trânsito liberado.

A Prefeitura alegou ontem (7), oficialmente, que a obra só foi liberada graças a uma força-tarefa promovida pelas Secretarias de Obras e Planejamento, além do Saema, e, “com isso, os trabalhos que poderiam demorar até 15 dias ficaram prontos na tarde de ontem”. No entanto, até a publicação anterior, seria necessário que a obra agisse na estrutura da ponte, conforme o próprio engenheiro declarou, mas o que ocorreu ontem (7) é que os reparos foram feitos apenas no asfalto e não em sua base.

A conhecida Ponte do Curtume ficou danificada com as enxurradas deste final de semana e precisou ser interditada. Na noite do último sábado (4) Araras foi atingida por um temporal com ventos de até 60 km/h e chuvas intensas com índices pluviométricos acima do considerado normal para o período.

Lucas Neri

 

 

Legenda: A ponte foi liberada na tarde de ontem (7) após a Prefeitura divulgar que demoraria pelo menos 15 dias

Crédito: Lucas Neri/Opinião

 

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*