By Cirlene de Souza

Advogada há 24 anos, desde que concluiu o curso de Direito pela Universidade Metodista de Piracicaba em 1995, Ana Cláudia Grandi Lagazzi (56) ao optar pela profissão que exerce levou em consideração ‘o meu temperamento e minhas convicções.

Desde muito cedo fui de resolver as coisas sozinha, colocar regras e limites, de tomar posições, e por causa desta maneira de ser a advocacia só veio possibilitar que eu pusesse em prática este regramento jurídico e social, de maneira a ajudar e melhorar a minha vida e a das pessoas”.

Para Ana Cláudia, “o curso de Direito abre muitas possibilidades profissionais, tem um campo amplo e acolhe muito bem as mulheres que sabem se posicionar. No meu caso, a advocacia veio acompanhada de muita responsabilidade, muito trabalho, mas também de muita satisfação. Para lidar com os direitos alheios, sempre cheios de emoções envolvidas, temos que ter muita sensibilidade, tato e cuidado”. Há anos Ana Cláudia tem escritório próprio e atua nas áreas do Direito de Família, Empresarial, Trabalhista e Previdenciário, juntamente com a advogada Roberta Denneberg Curtulo, “por quem tenho especial admiração pessoal e profissional”.

No ano de 2004 a advogada foi convidada pelo vereador Francisco Nucci Neto, então presidente da Câmara Municipal de Araras, para ocupar o cargo de diretora administrativa do Legislativo.

“No início foi um desafio, já que nunca havia trabalhado com este ramo do Direito. Depois, com o transcorrer dos trabalhos conheci mais de perto os trâmites, os vereadores e seus assessores, sempre com respeito mútuo e muito aprendizado.Com os servidores concursados da Câmara tive minha maior gratificação, pois encontrei pessoas responsáveis e engajadas! Conseguimos desenvolver uma equipe coesa, nascendo daí uma amizade muito gostosa, que fazemos questão de manter até hoje”.

Parceira de vida do arquiteto Afonso Jorge Assumpção há 21 anos, é mãe de Natália Grandi Lagazzi, médica psiquiatra, e Henrique Grandi Lagazzi, engenheiro agrônomo. As comemorações são especiais para a entrevistada, principalmente as formaturas dos filhos, “sempre acompanhadas daquela sensação maravilhosa de dever mais que cumprido. Não posso esquecer da formatura do meu pai, Luiz Alfredo Cotini Grandi, que foi muito marcante para toda a família! Imaginem um engenheiro civil e professor aposentado, de 75 anos, decidir cursar Direito, de forma a entender melhor todo este regramento legal que nos cerca e se formar aos 80 anos! Uma alegria e lição de vida”.

A elegância e a beleza estão no DNA da família de Ana Cláudia. Sobre o assunto, ela comenta: “Sempre bom achar a mãe bonita rsrsrs, já é um ótimo começo! As pessoas falam que minha mãe, Leny Grandi, foi e é uma das mulheres mais bonitas da cidade. E eu concordo. Para mim beleza é cuidado diário, é autoestima, é postura, é bom humor, é viver a vida de maneira mais leve, é fugir das vulgaridades, enfim, é se posicionar sempre, profissionalmente inclusive”.

Ana Cláudia e o filho Henrique Grandi Lagazzi

Por dentro

Um momento feliz: Sou uma mulher de sorte, tenho muitos
Receita de sucesso: Sempre alimentar e manter amizades duradouras
Maior frustração: As injustiças sociais
O que tira seu sono: As catástrofes, tristeza coletiva
O que nunca quis fazer e acabou fazendo: Decisões equivocadas, mas na melhor das intenções
O pior sentimento: Traição
A maior satisfação: Iniciar e finalizar projetos
Uma banda ou música: Bee Gees, marcou minha geração
Uma palavra mágica: Vamos viajar?!
Lição que a vida lhe deu: Só há uma maneira de viver, em paz com seus princípios
Uma lágrima para: A falta de sensibilidade com a causa animal. Admiro muito as entidades e as pessoas que se preocupam com os animais, por amor a eles, simplesmente! Aqui em Araras fico encantada com a proposta do Centro de Reabilitação de Aves Silvestres – Cras Pró-Arara, vinculada à Prefeitura Municipal, que há anos desenvolve um processo de reintrodução das araras por aqui. Parabéns pelo trabalho belíssimo que desenvolvem!
Uma qualidade sua: Bom humor
O que é um bom dia: Produtivo, mas também prazeroso
Uma viagem: A próxima
Um livro: O que estou lendo atualmente, WE, A Chave da Psicologia do Amor Romântico, de Robert A. Johnson, recomendado por uma grande amiga
Um filme: Cinema Paradiso
Deus: Cada um tem a força e o poder dentro de si
O que você faz só dentro de casa: Relaxo de verdade
O caminho mais rápido: O certo
Perfume: Chloé e Light Blue
Saudade: Aristóteles Luz, avô do coração
Uma extravagância: Conhecer o mundo todo
Exemplo: Minha avó materna, Miranda Metzker Ferreira da Silva, uma mulher sensível, corajosa, forte, que lutou para criar seus filhos numa época de muito preconceito social. Mulher admirável, à frente de seu tempo e que muito me orgulho

Família toda se reuniu no Natal de 2017

Por fora

Um inimigo respeitável: A doença
Que balança seu coração: Vvidas abandonadas
Insubstituível: O amor
Marcante: Perda de entes queridos
Mal-humorado: Desperdício de viver bem
Mulher inteligente: Zilda Arns Neumann
Homem inteligente: Mario Sergio Cortella
Sábio: O que escuta
A personalidade da cidade de Araras: Capitão Odair Monteiro dos Santos
Capaz de escrever um livro sobre sua vida: Minha mãe Leny Ferreira da Silva Grandi
Sabem fazer sua cabeça: Minhas amigas leais
A companhia perfeita: Minha família completa
O lugar preferido em Araras: A Praça Barão

Ana Cláudia e a filha Natália Grandi Lagazzi

Sinônimo de

Coragem: Malala Yousafzai, a jovem ativista paquistanesa que ganhou o Nobel da Paz por defender os direitos humanos das mulheres, inclusive o acesso à educação naquele país
Elegância: Coco Chanel. Adoro sua frase célebre: “Vista-se mal e notarão o vestido. Vista-se bem e notarão a mulher”
Beleza: Interna e externa, minha cunhada Valéria Bassinello Grandi
Sofisticação: Kate Middleton, puro charme
Sensibilidade: Bete Pacheco, da Globo News e Sandra Annenberg, da Globo, jornalistas sensíveis e que sabem dar a notícia de forma diferenciada
Dignidade: Maria da Penha Maia Fernandes, farmacêutica brasileira que dá o nome à Lei Maria da Penha, importante ferramenta no combate à violência doméstica e familiar contra mulheres no Brasil
Bom caráter: Luiz Alfredo Grandi, meu irmão
Liderança: Nelson Mandela
Talento: Cora Coralina
Lealdade: Verdadeiro sentido da amizade

Ana Cláudia e Afonso Assumpção no encontro das águas do Rio Negro e do Solimões: “tinha muita vontade de conhecer”, diz ela

Lema de vida

“Ver e aproveitar as belezas da vida e sempre buscar nosso espaço e a igualdade entre homens e mulheres”.

Ana Cláudia e Afonso

 

Coluna ‘S’ – Jubileu de ouro, Estreia na TV e agenda de eventos

Mais notícias

COMPARTILHAR