A redução do preço da gasolina nas refinarias, anunciada pela Petrobras, chegou até as bombas

Na semana passada, o litro ficou cinco centavos mais barato e o preço médio caiu para R$4,50. A pesquisa foi feita pela Agência Nacional do Petróleo, em postos de todo o País.

Vale lembrar que, no começo de novembro, o combustível era vendido a R$4,71.

A redução no preço do derivado do petróleo acontece porque a matéria-prima ficou mais barata, no mercado internacional.

As quedas, porém, ainda não compensam os aumentos registrados nos últimos meses.

Em abril, por exemplo, antes da greve dos caminhoneiros, a gasolina custava quatro e 21, ou seja, era quase 30 centavos mais barata que hoje.

No caso no etanol, também houve queda, na última semana. Até pra que o álcool siga competitivo na comparação com a gasolina, o valor médio, nas bombas, recuou para R$2,86.

Mais Notícia

COMPARTILHAR