A redução do preço da gasolina nas refinarias, anunciada pela Petrobras, aparentemente chegou às bombas

Na semana passado, o litro ficou cinco centavos mais barato e o preço médio caiu de R$4,70 para R$4, 65.

A pesquisa foi feita pela Agência Nacional do Petróleo, em postos de todo o País. No caso no etanol, também houve queda, mas o recuo foi menor.

E o preço caiu de R$2,97 o litro, para R$2,95. Provavelmente para que o álcool siga competitivo na comparação com a gasolina.

A redução no preço do derivado do petróleo acontece porque a matéria-prima está mais barata, no mercado internacional. As quedas, porém, ainda não compensam os aumentos registrados nos últimos meses.

Para se ter uma ideia, em abril, antes da greve dos caminhoneiros, o preço média da gasolina era de quatro e 21, ou seja, 40 centavos mais barato.

Mais Notícia

COMPARTILHAR