Procon de SP divulga lista com as empresas mais reclamadas, em 2017

A liderança ficou com o Grupo Pão de Açúcar, que também é dono das marcas Extra, Casas Bahia e Ponto Frio.

Foram mais de quatro mil e 700 queixas, muitas contra procedimentos simples, como não entregar corretamente os produtos vendidos.

Na sequência, aparecem três empresas do setor de telecomunicações, aquele que, no geral, mais gerou reclamações dos clientes.

O segundo lugar ficou com o grupo Vivo/Telefônica, o terceiro com o grupo Claro/Net/Embratel e o quarto com a Tim.

O banco Bradesco fecha o top 5 da lista das empresas que mais geraram queixas ao Procon de SP, em 2017.

O objetivo do órgão, com o ranking, é ajudar o consumidor a não ser lesado e a escolher o melhor lugar para comprar.

Ao todo, o Procon de SP realizou mais de 700 mil atendimentos, no ano passado, entre consultas, orientações e reclamações.

A lista completa, inclusive com o índice de solução de problemas por cada empresa, está disponível no site procon.sp.gov.br.

COMPARTILHAR