Crédito da foto do CCZ: Gabriela Grigoletto O Centro de Controle de Zoonose de Araras funciona na Estrada Luiz Segundo D’Alessandri, na zona leste.
O Centro de Controle de Zoonose de Araras funciona na Estrada Luiz Segundo D’Alessandri, na zona leste. Crédito: Gabriela Grigoletto

 

A presidente da Sempre a Seu Lado, associação de proteção animal de Araras, Rose Coser, participou do discurso na tribuna livre da 18° Sessão Ordinária da Câmara Municipal que aconteceu na noite da última segunda-feira, dia 30. Na ocasião, a protetora solicitou e cobrou o poder público com relação aos cuidados com os animais da cidade. De acordo com Rose, o principal problema são as irregularidades encontradas no CCZ – Centro de Controle de Zoonoses, o Canil Municipal. Entre elas a protetora destacou os seguintes problemas: falta de ração, fazendo com que os próprios funcionários alimentem os animais com arroz e outros tipos de alimentos humanos; Falta de medicamentos, principalmente anestesias (a própria Associação Sempre a seu lado faz doação de remédios para o local); Falta de médicos veterinários, no momento a única veterinária que realiza as castrações sairá de férias não tendo substituto para ficar em seu lugar.  Além disso, Rose Coser afirma que 2.400 castrações foram solicitadas pela Associação Sempre a seu lado no canil, mas até o momento nenhuma foi realizada.

“Fizemos essa solicitação no final do ano passado, isso foi aprovado no orçamento. No entanto, até o momento o administrativo não tomou nenhuma medida para que essas 2.400 castrações se realizassem”, lamenta Rose Coser.

Em uma reportagem publicada pela Secretaria Municipal de Comunicação Social na data de 14 de maio de 2013, a manchete era “CCZ realiza média de 142 castrações de animais por mês em Araras”. A reportagem trazia os seguintes dados – “De novembro de 2010, quando iniciou o programa, até o dia 30 de abril deste ano (2013), foram castrados 4.124 animais entre cães e gatos, nas clínicas conveniadas com a Prefeitura e no ambulatório do Centro de Controle de Zoonoses”. Fato que não é mais visto desde então.

“Colho documentos do CCZ desde 2014. Já faz dois anos que corro atrás desses problemas”, ressalta Rose.

Mas, em nota, a Prefeitura de Araras declarou na data de ontem, dia 31 de maio o seguinte relato. “Continuamos realizando as castrações de cães e gatos normalmente no CCZ e também junto às clínicas conveniadas. Este ano, já foram realizadas 450 castrações e já estão liberadas mais 450. Quando termina esse número o CCZ solicita mais 2.400. Assim que este montante estiver chegando ao fim, será aberta uma nova licitação para o registro de preços de novas cirurgias. Mesmo com as férias de um dos veterinários que trabalham no local, as esterilizações não serão suspensas, já que a equipe adota um sistema de revezamento para atender os casos. E ainda existem as clínicas conveniadas que também realizam a cirurgia gratuitamente. Também não há falta de ração no CCZ e uma nova remessa de medicamentos deve ser entregue nos próximos 15 dias no local”.

 

Projeto de lei de proibição de tração animal em Araras

Outro ponto destacado durante o discurso da protetora animal foi a cobrança no projeto de lei para proibição de uso de veículos de tração animal e exploração animal para tal fim na zona urbana da cidade de Araras. “Estamos aguardando o retorno desse projeto de lei, mas ele está parado na mesa de vereador”, afirma Rose.

Associação Sempre a seu lado enviou o Ofício no dia 14 de abril de 2016, solicitando esse Projeto de lei produzido e assinado por 233 eleitores ararenses. Em trecho do Ofício a Associação defende: “Não se justifica mais o uso de animais em transporte de produtos e materiais que, em face da necessidade de auferir maior rentabilidade por parque daqueles que exploram este transporte, poderão exceder o peso que os animais suportam ou expor os mesmos a acidentes, além de serem obrigados a longas e extenuantes jornadas, o que por si só já configura situação de maus tratos”.

Presidente da Associação Sempre a seu Lado cobrou atenção do poder público na defesa dos animais. Crédito: Gabriela Grigoletto
Presidente da Associação Sempre a seu Lado cobrou atenção do poder público na defesa dos animais. Crédito: Gabriela Grigoletto

Em resposta, o vereador Marcelo de Oliveira (PRB), presidente da Comissão, disse durante a Sessão, “Recebi essa documento com centenas de assinaturas. Quero deixar claro nossa responsabilidade como gestor público e temos sim respeito pela causa animal. Imediatamente já remiti esse projeto de lei para o Ibama – Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis, que é onde nos apoiamos quando fazemos uma lei desse gênero. E para não criarmos uma lei que nós possamos responder pela inconstitucionalidade, encaminhados ao Ibama que faz toda análise jurídica e agora aguardamos um parecer”, finaliza.

(Gabriela Grigoletto)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*