As unidades da rede pública de saúde de Araras, Pronto Socorro da Santa Casa de Misericórdia e UPA (Unidade de Pronto Atendimento), ficaram sem pediatra de segunda-feira ao início da noite da terça-feira, dia 21, feriado de Tiradentes. As crianças que passaram por lá foram atendidas por clínicos.

Corredor do Pronto Socorro

De acordo com a Secretaria de Saúde, quem procurou o PS da Santa Casa, diante da indisponibilidade de socorrista infantil (pediatra), foi atendido por um terceiro clínico (socorrista). “Esta é a regra geral nos Pronto-Socorros e Pronto atendimentos públicos. Quando não há disponibilidade de socorrista infantil, escala-se o clínico e conta-se com a retaguarda do pediatra do hospital (responsável pela UTI pediátrica)”.

Quanto a UPA 24h, segundo a Secretaria de Saúde, durante o dia o atendimento foi feito por um terceiro clínico, e, a partir das 19 horas, por outro. “Já de terça 19h até hoje quarta-feira 19h o atendimento foi de uma pediatra”.

Uma mãe que preferiu não se identificar afirmou que sempre faltam pediatras na rede pública de saúde em Araras. “Além de faltar nos Hospitais também é dificílimo conseguir consultas com esses médicos em Araras”, lamentou.

A Saúde informa que as escalas, até o fechamento desta edição estão todas completas, tanto para o PS da Santa Casa quanto para a UPA. “Mas ressalta, que diante de qualquer eventualidade que indisponibilize atendimento de socorrista infantil, utiliza-se do recurso padrão de escalar um terceiro clínico (socorrista adulto) para o atendimento das crianças, uma vez que tal profissional tem também essa competência. Frisa, também, que em regra os pronto-atendimentos da região disponibilizam apenas socorrista, sem especificar se adulto ou infantil”.

Estudos apontam que a falta de pediatras e ortopedistas é um dos principais problemas enfrentados por quem busca atendimento nas unidades públicas de saúde.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*