Caso foi encaminhado à Delegacia de Polícia de Araras

Uma quadrilha assaltou uma empresa de Araras na noite da última segunda-feira, dia 23, no bairro Facão às margens da Anhanguera (SP-330). Os criminosos renderam os vigias e levaram 30 pneus com rodas de caminhão da empresa, além de dinheiro e pertences pessoais dos funcionários. Os ladrões estavam fortemente armados com revólveres, pistolas e até uma carabina calibre 12.

O crime ocorreu durante a noite e madrugada enquanto apenas os vigias estavam no local. De acordo com um desses funcionários, o turno estava comum e ele realizava sua ronda de rotina até ser surpreendido por dois assaltantes que o obrigaram a abrir o portão da empresa para que uma Kombi Volkswagen ocupada por mais dois bandidos pudesse entrar no local.

Durante a ação criminosa, já dentro da empresa, surgiram mais dois elementos que se dirigiram até o alojamento dos funcionários e lá mais dois vigias foram rendidos. Nesse momento eram seis assaltantes e três funcionários reféns.

Já com o domínio da situação, os criminosos levaram as vítimas para baixo de uma carreta que estava na própria empresa, lá, a todo o momento eram ameaçados pelos homens armados.  Enquanto isso, os comparsas realizavam o transporte da mercadoria que estaria sendo roubada, os pneus e rodas de caminhões.

Enquanto tudo seguia conforme o plano dos bandidos, para a infelicidade de mais três funcionários desavisados da empresa que chegaram ao local do que estaria ocorrendo. Rapidamente o trio também foi rendido pela quadrilha, que além de tudo decidiu levar os pertences pessoais como celulares e dinheiro deles, enquanto também eram levados para baixo da carreta.

De acordo com uma das vítimas, os ladrões invadiram a empresa por volta das 23 horas e permaneceram lá até às 5 horas da madrugada do dia seguinte. Tempo esse necessário para que os pneus fossem transportados pela Kombi aos poucos.

Ainda segundo as vítimas, os seis assaltantes estavam encapuzados, usavam mascaras brancas e estavam fortemente armados. A Polícia Civil de Araras vai investigar o caso. Ninguém foi preso.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*