Considerada uma das artistas negras mais influentes da história da música, Aretha Franklin morreu aos 76 anos, nos Estados Unidos.

A cantora, que lutava contra um câncer no pâncreas, estava em casa, em Detroit, ao lado da família.

Na última apresentação, em novembro do ano passado, em Nova York, Aretha já aparentava estar frágil e debilitada.

Filha de um pastor da Igreja Batista, Aretha Louise Franklin gravou o primeiro álbum aos 14 anos. E em mais de 60 anos de carreira, acumulou 25 discos de ouro e 18 prêmios Grammy, com sucessos como “Respect” e “I Say a Little Prayer”

Dona de uma voz poderosa e inconfundível, a rainha do soul foi a primeira mulher a entrar no Hall da Fama do Rock em 1987.

Mais Notícias

COMPARTILHAR