Roni Leonardo tinha 28 anos de idade  Crédito: reprodução
Roni Leonardo tinha 28 anos de idade
Crédito: reprodução

O oitavo assassinato no ano de 2016 em Araras entrou para a estatística criminal na noite da última quarta-feira, dia 22. Roni Leonardo de Oliveira morreu quatro dias após ter sido vítima de disparos de arma de fogo na saída de uma casa de shows, localizada na zona leste de Araras no final de semana. Com a morte de Roni já é o 8º assassinato do ano.

A informação oficial de que o rapaz veio a óbito foi confirmada apenas na Delegacia de Polícia Civil de Araras, já que a reportagem do Opinião foi até a secretaria do Hospital São Luiz e uma das funcionárias do local preferiu não confirmar a informação sobre sua morte. A reportagem também não teve acesso ao laudo da vítima.

O corpo de Roni foi sepultado no final da tarde de ontem, dia 23, no Cemitério Municipal de Araras.

 

O crime

Segundo informações da polícia militar, no registro da ocorrência com data de domingo, o rapaz, que estava em um show no local, já se dirigia para o estacionamento com sua companheira quando foi surpreendido por um homem que usava um capuz e disparou contra ele.

A Polícia Civil encontrou no local seis cápsulas deflagradas e dois projéteis de calibre 380, o que aponta que a arma usada para o crime seja uma pistola.

Nem a Polícia e nem o hospital para onde Roni foi levado divulgaram ao Opinião a quantidade de tiros em que a vítima recebeu e também de como era seu estado de saúde até o fechamento dessa edição, entretanto, no registro da ocorrência (B.O) apontava que Roni foi levado às pressas para o Hospital São Luiz em estado grave.

A Polícia Civil está investigando o caso e também não divulgou os prováveis motivos dos disparos, entretanto, nas redes sociais circula a informação de que o provável atirador já teria sido agredido pela vítima em outra ocasião e que o motivo da tentativa do homicídio era vingança.

(Lucas Neri)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*