Caso foi registrado na Delegacia de Polícia de Araras

Mais de três anos se passaram e enfim o autor da agressão, que acabou fraturando o pé de uma guarda municipal de Araras, foi condenado pela Justiça e preso pela Polícia Militar no final da tarde de ontem, dia 27.

De acordo com a polícia, a condenação do agressor é de 4 anos e 7 meses, já que além da condenação o homem também foi enquadrado pelo juiz por tráfico de drogas, pois na ocorrência, em 2012, quando a GM foi agredida, acontecia uma prisão por conta de um tráfico de entorpecentes.

 

Em 2012

Uma guarda municipal feminina teve uma fratura tripla no seu pé esquerdo durante uma confusão em uma abordagem na Zona Leste da cidade. A GM havia recebido uma denúncia de que dois indivíduos praticavam o tráfico de drogas na rua Antônio Alves, no Parque Tiradentes, próximo da Emef “Professora Adalgisa Perin Balestro Franzini”. Os dois suspeitos foram encontrados no local e em revista pessoal, com um deles estavam duas porções de cocaína e mais dez porções foram localizadas no chão, em meio a um mato.

Caso foi registrado na Delegacia de Polícia de Araras
Caso foi registrado na Delegacia de Polícia de Araras

Durante a abordagem, segundo a GM, cerca de dez indivíduos que presenciaram a ação foram para cima dos guardas e começaram a agredi-los. Houve uma briga generalizada, até que os dois rapazes acusados por tráfico conseguiram fugir. O fato é que durante essa confusão uma guarda municipal, que participava da abordagem, foi derrubada no chão pelo grupo. Com a solicitação de reforço de viaturas, o tumulto cessou e dois rapazes que tinham participado do resgate dos averiguados foram rendidos e encaminhados até o 2º Distrito Policial.

A guarda, com dor, foi levada até o pronto socorro do Hospital São Luiz. Exames apontaram que ela teve uma fratura tripla na tíbia do pé esquerdo que na anatomia humana é o maior e mais medial dos dois ossos da perna, abaixo dos joelhos. Esta GM permaneceu internada e sedada no hospital e não pôde ser levada até o distrito para prestar depoimento. Os dois suspeitos de participaram do tumulto foram presos em flagrante, vão responder por facilitação de fuga, pela agressão à guarda e também por associação ao tráfico de drogas.

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*