Enquanto defendia seu requerimento, Bonezinho falou sobre a audiência pública que ocorrerá para tratar do aumento da tarifa de água e retomou o assunto do IPTU.

O requerimento do vereador Mário Corrochel Neto (PP – Partido Progressista) – Bonezinho, causou polêmica na sessão camarária desta segunda-feira, dia 9. O questionamento prevê as informações de dados contendo a quantidade exata de clientes do Saema (Serviço de Água, Esgoto e Meio Ambiente do Município de Araras) que utilizam de 0 a 10 mil L/mês, 10 a 18 mil L/mês, 18 a 25 mil L/mês e acima de 25 mil L/mês de água no Município.

Enquanto defendia seu requerimento, Bonezinho falou sobre a audiência pública que ocorrerá para tratar do aumento da tarifa de água e retomou o assunto do IPTU (Imposto Predial Territorial Urbano), e logo foi repreendido pela presidente da Câmara, Magda Regina Carbonero Celidório (PSDC – Partido da Social Democracia Cristã), por ter saído do tema.

O vereador Francisco Nucci Neto (PMDB – Partido do Movimento Democrático Brasileiro) também repreendeu Bonezinho por ter saído do tema e declarou que, se continuasse, também abordaria outros assuntos.

Diante disso, Bonezinho questionou Magda sobre o artigo do Regimento Interno da Câmara que respaldasse a atitude da presidência da Câmara, logo em seguida, ela disse que estava no artigo 54, inciso 4. O requerimento foi aprovado por unanimidade dos presentes.


Diretor da UFSCar fala sobre parceria com Câmara na Tribuna Livre

 

O diretor do Campus de Araras da UFSCar, Jozivaldo Prudêncio Gomes de Morais, falou sobre o programa “Universidade e Comunidade”.

O diretor do Campus de Araras da UFSCar (Universidade Federal de São Carlos), Jozivaldo Prudêncio Gomes de Morais, fez uso da Tribuna Livre na sessão ordinária para falar sobre o programa “Universidade e Comunidade”, parceria entre a Câmara Municipal e a instituição.

Jozivaldo iniciou seu pronunciamento falando sobre como funciona a UFSCar, e seus métodos de desenvolvimento, como: ensino, pesquisa e extensão. “Na parte de extensão basicamente temos que fazer com o que o conhecimento chegue aos munícipes e aos cidadãos que pagam seus impostos e sustentam a instituição. Isso, às vezes, se torna algo dificultoso para nós”, disse Morais ao explicar sobre como surgiu a ideia da parceria.

O diretor também falou sobre a renovação da parceria feita neste ano com a nova gestão. Além disso, também discorreu sobre o programa e como ele é feito, tanto na parte de estruturação quanto de logística. “Esse projeto tem sido para a universidade de grande valia, tanto para nós quanto para o município”, completou.

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*