Segundo a Educação, os alunos da Emeief “Dona Manoela Lacerda de Vergueiro” serão direcionados para a Emeief “Profª. Maria de Lourdes Mattar”, no Jardim Copacabana

Iniciativa ocorreu após a aparição de escorpiões na unidade, localizada no Jardim Belvedere; aulas devem retornar no próximo dia 14

Escola já passa por série de dedetizações e serviços de limpeza

Após a aparição de escorpiões na Emeief Dona Manoela Lacerda de Vergueiro, no Jardim Belvedere, a Secretaria Municipal de Educação adotou algumas medidas preventivas para garantir a segurança dos alunos e funcionários da unidade de ensino. As ações foram expostas em reunião realizada com a comunidade escolar na noite da última quarta-feira (2).

“A reunião teve por objetivo prestar esclarecimentos aos pais dos alunos e ainda anunciar todas as medidas preventivas que já estamos tomando”, explicou a diretora do Departamento de Ensino da SME, Milena Patricia Fontanetti.

Alunos serão atendidos a partir da próxima segunda-feira (7) na Emei Ângelo Carminatti, no Jardim São Luiz
Alunos serão atendidos a partir da próxima segunda-feira (7) na Emei Ângelo Carminatti, no Jardim São Luiz

Uma das medidas tomadas pela Pasta foi a suspensão das aulas até o próximo dia 14. No entanto, a Educação ressalta que os alunos serão atendidos a partir de segunda-feira (7) na Emei Professor Ângelo Carminatti, no Jardim São Luiz, a qual foi inaugurada recentemente pela Prefeitura.

Com a paralisação das aulas na unidade no Belvedere, o local passa por uma série de dedetizações, tanto nas tubulações, por intermédio do Saema (Serviço de Água, Esgoto e Meio Ambiente do Município de Araras), como nos arredores do prédio; limpeza externa pela equipe da Forty, como poda de árvores e recolhimento de entulhos, além do controle biológico.

Na próxima sexta-feira (11) a Secretaria de Educação fará uma outra reunião com os pais para expor as ações realizadas e certificarem de que realmente a unidade já está apta a receber os alunos no dia 14 (segunda-feira).

“Nós só reabriremos a escola se as secretarias de Educação e Saúde tiverem a certeza que ela está segura para os alunos. Se percebermos que ainda há problemas, nós realocaremos os alunos para outra unidade escolar”, frisou Milena. (Com informações da Secom)

César Foguel

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*