Mobilização segue até o dia 3 de junho

Balanço da Secretaria Municipal de Saúde aponta que a campanha de vacinação contra a gripe já imunizou 15.464 pessoas, o equivalente a 60,66% do público-alvo. A mobilização segue até o dia 3 de junho, em seis locais. Durante a semana, a vacinação acontece das 8h às 16h, na Praça Barão de Araras, Centro de Saúde 2 João Geraldo Noronha (Belvedere), PSF Madre Carla Rabolim (Jardim Alvorada), PSF Edmundo Ulson (Parque Tiradentes), PAM Antonio Carlos Fabricio (José Ometto 2) e PAM Osvaldo Devitte (Narciso Gomes).

Mobilização segue até o dia 3 de junho
Mobilização segue até o dia 3 de junho

Na cidade, a meta é vacinar 25.541 pessoas – entre elas, 15.131 idosos; 2.291 crianças de seis meses a menos de dois anos; 4.169 crianças de dois a cinco anos; além de 1.145 gestantes; 188 puérperas e 2.617 profissionais de saúde. Os doentes crônicos, que somam mais de 10 mil pessoas, não entram nesta meta estabelecida pelo Ministério.

O prazo inicial da campanha foi prorrogado em todo o país pelo Ministério da Saúde, visando atingir a meta inicial, que é imunizar 80% dos grupos prioritários, o que representa aproximadamente 50 milhões de pessoas. De acordo com a Secretaria de Saúde do Município, uma única dose protege contra os três subtipos de vírus que mais circularam no último inverno, como o H1N1, o H3N2 e o Influenza B.

O público-alvo da campanha é formado por idosos, grávidas, crianças de seis a quatro anos de idade, mulheres no período de até 45 dias após o parto, indígenas, presos, doentes crônicos, profissionais da saúde e funcionários do sistema prisional.

 

O que é a Influenza?

A influenza, comumente conhecida como gripe, é uma doença viral febril, aguda, geralmente benigna e autolimitada. Frequentemente é caracterizada por início abrupto dos sintomas, que são predominantemente sistêmicos, incluindo febre, calafrios, tremores, dor de cabeça, mialgia e anorexia, assim como sintomas respiratórios com tosse seca, dor de garganta e coriza. A infecção geralmente dura uma semana.

O vírus influenza é transmitido facilmente por pessoas infectadas ao tossir ou espirrar. Existem 3 tipos de vírus: A, B e C. O vírus influenza C causa apenas infecções respiratórias brandas, não possui impacto na saúde pública e não está relacionado com epidemias.

De acordo com o Ministério da Saúde, estudos demonstram que a vacinação pode reduzir em até 45% o número de hospitalizações por pneumonias, e de 39% a 75% a mortalidade por complicações da influenza.

Mais informações podem ser obtidas junto ao setor de Vigilância Epidemiológica da Secretaria da Saúde, pelo telefone 3543-1522. (Com informações da Secretaria de Saúde)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*