Palestras e debates aconteceram durante o seminário

O Seminário Diversidade Étnico-racial, Inclusão e Equidade – Desafios, Políticas e Práticas nas Ações Afirmativas – Implementação da lei 10.639/03, 11.645/08 e 12.288/10 aconteceu  na última quarta (8) e quinta-feira (9), no Unar – Centro Educacional Dr. Edmundo Ulson.  Organizado pelo Conselho de Participação e Desenvolvimento da Comunidade Negra do Estado de São Paulo e pela Associação Educacional de Araras Dr. Edmundo Ulson, com apoio da Prefeitura, o evento reuniu autoridades e representantes de entidades do Estado.

Durante o seminário foram realizados debates e palestras sobre história e cultura africana e afro-brasileira na educação, cidadania, relações étnico-raciais, além de abordagem sobre os ícones que contribuíram e contribuem na construção histórica da promoção de igualdade no Brasil. Outro tema debatido foi a criação de um centro de estudos na cidade para tratar das questões da educação, cultura, com vistas à efetiva implementação da lei 10.639/2003, que trata sobre a obrigatoriedade tanto em escolas públicas quanto em particulares da temática afro-brasileira nos currículos do ensino fundamental e médio.

Marco Antonio Zito Alvarenga, que é procurador federal e membro da comissão da verdade sobre a escravatura no Brasil da OAB, fez palestra sobre a Comissão Nacional da Verdade – OAB: Um importante passo dentro de uma grande história. Em seguida, o professor doutor Dagoberto José Fonseca, da Unesp/Araraquara, falou sobre Políticas Públicas e Ações Afirmativas – Consciência em Debate. (Com informações da Secretaria de Comunicação Social e Institucional)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*