O projeto foi protocolado na Câmara de Araras em maio

Poucos profissionais da Secretaria de Educação optaram por manifestar-se em relação ao Estatuto do Magistério que tramita na Câmara de Araras.  Segundo o Sindsepa (Sindicato dos Servidores Públicos do Município de Araras) apenas 34 professores participaram da assembleia geral realizada na noite da última quinta, dia 30, em frente do Ginásio de Esportes “Nelson Ruegger” e rejeitaram a proposta que deve ser votada na próxima segunda-feira, dia 3.

O projeto foi protocolado na Câmara de Araras em maio
O projeto foi protocolado na Câmara de Araras em maio

O presidente da entidade, José Raul dos Santos, a Secretaria de Educação é a maior pasta do Governo de Araras. “O Sindicato vai enviar o deliberado para a Câmara de Araras, pois representa a decisão da categoria exposta na Assembleia”, explicou.

O Estatuto do Magistério que tramita na Câmara de Arara deve ser votado na próxima sessão ordinária que acontece segunda-feira. O Projeto tramitou pelas comissões da Câmara, além da comissão temporária de assuntos relevantes para acompanhar e fiscalizar todos os procedimentos e estudos da proposta de reforma do Estatuto do Magistério.

A comissão é formada pelos vereadores Valdevir Anadão – Prof. Dê (PT), Anete Monteiro dos Santos Casagrande (PSDB – Partido da Social Democracia Brasileira), Francisco Nucci Neto (PMDB – Partido do Movimento Democrático Brasileiro), Mário Corrochel Neto – Bonezinho (PP – Partido Progressista), e Breno Zanoni Cortella (PT).

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*