A Prefeitura Municipal de Araras abriu tomada de preços (nº. 010/2016) para a contratação de empresa especializada para prestação de serviços de fornecimento e instalação da Casa da Memória de Araras no Solar Benedita Nogueira, contendo a execução de museografia, cenografia e complementares. As propostas devem ser entregues às 10 horas do próximo dia 29.

Segundo informações publicadas pela Prefeitura, a administração pública está investindo cerca de R$ 1,8 milhão na revitalização completa do Solar. São pelo menos 70 janelas e 60 portas na maioria confeccionadas em madeira pinho-de-riga, considerada rara e de altíssimo valor.

As madeiras do prédio passaram por restauração, ao todo o Solar conta com aproximadamente 70 janelas e 60 portas, em sua maioria feitas de madeira do tipo pinho-de-riga, material raro e difícil de ser encontrado.

As madeiras de pinho-de-riga eram instaladas em antigos prédios e palacetes do final do século 19 e começo do século 20. O prédio sediou por anos o educandário para crianças e jovens órfãs e também funcionou como Paço Municipal até 2009.

A reforma de esquadrias desse tipo de madeira requer um trabalho cuidadoso e meticuloso, pois deve ser feito visando a preservação do patrimônio histórico.

O restauro é realizado em três fases distintas. Primeiro, há a aplicação de removedor para retirar a tinta das portas e janelas que são, em seguida, lixadas com máquinas com folhas mais grossas. Após isso, passam por outro lixamento com folhas mais finas. Por último, as peças são lixadas manualmente com a retirada de todos os “rebarbos” e sujeiras.

As esquadrias ainda irão receber uma camada de revestimento de selador especial para madeira, novo acabamento manual com lixa fina e mais duas camadas de verniz do tipo fosco. Além disso, todas as ferragens das esquadrias estão sendo organizadas e repostas, incluindo dobradiças, fechaduras e as cremonas – tipo de conjunto com alça que, ao ser girada, movimenta hastes verticalmente para abrir ou fechar portas e janelas.

Além disso, o prédio terá a instalação de um elevador hidráulico próximo à passarela que liga os dois principais blocos do Solar, em frente às lanchonetes do Calçadão. Uma nova passarela metálica garantirá acesso aos diferentes pavimentos, a partir desse elevador. Demais instalações de itens de acessibilidade serão feitas no prédio, respeitando-se sempre as leis vigentes no País.

(Maria Gabriela Córnia)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*