Sorteio realizado no Ginásio de Esporte Nelson Rüegger na última terça-feira, dia 19, definiu onde as famílias do Residencial Prefeito Milton Severino, construído por meio do Programa Minha Casa Minha Vida, do Governo Federal, vão morar.

casas
Vistorias nas casas acontece de 22 a 27 de maio

Cada família foi sorteada e recebeu um cartão com o número da quadra e do lote onde fica a futura casa. As famílias estavam munidas de mapas fornecidos antecipadamente pela Emhaba (Empresa Municipal de Habitação de Araras) para poderem se situar melhor e saber a localização correta dos imóveis.

Embora a Emhaba tenha convidado as famílias habilitadas, não era necessário estar presente ao sorteio de localização. A definição da casa sorteada será posteriormente informada às famílias antes da entrega das chaves. A lista com os habilitados já havia sido divulgada pela Emhaba no Opinião Jornal no último sábado, dia 16.

morador 2
Casal Edson e Cristiane adorou a localização de sua casa, que ficará logo na entrada do residencial

O Residencial Prefeito Milton Severino conta, ao todo, com 680 casas divididas em 16 lotes, identificados por letras do alfabeto. A entrega das casas ainda não tem data definida, mas a Emhaba, a Prefeitura e a Caixa Federal/Governo Federal vêm realizando reuniões para agilizar todos os detalhes, que envolvem Cartório de Registro de Imóveis, Prefeitura, Saema e Elektro.

Entre os dias 22 e 27 de maio, serão realizadas vistorias nas 680 casas do Residencial. Acompanhados por técnicos da Construtora Cataguá, os moradores farão a inspeção nos imóveis para verificar possíveis reparos e avarias, e avaliar se a construção das casas está de acordo com o proposto no contrato. Toda irregularidade constatada é anotada para troca ou manutenção; depois, o proprietário é convidado novamente para verificar o reparo.

Centro de Integração e Cidadania

O prefeito Nelson Dimas Brambilla (PT – Partido dos Trabalhadores) afirmou anteriormente a reportagem do Opinião Jornal irá criar o Cica (Centro de Integração e Cidadania) que nos barracões usados pela construtora no residencial.

No local serão desenvolvidos projetos aos moradores do local, como cursos de informática, reuniões, oficinas culturais e reforço escolar. As ações serão coordenadas pela Secretaria de Ação e Inclusão Social e de Educação. Também passarão pelo local constantemente fiscais para proibir a abertura de bares, e uma assistente social para acolher a população.

No entorno do barracão deve ser construído um parquinho e campo de futebol de areia.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*