investigações, em segredo de justiça, da polícia de Araras que levou à detenção de três pessoas, entre elas o chefe da quadrilha e sua mulher, ambos da zona sul de São Paulo/SP, e também um morador de Araras

Quatro suspeitos de envolvimento na morte do sitiante Antônio Gilberto Finotti, de 63 anos de idade, no último fim de semana foram identificados pela Polícia Civil de Araras que decretou a prisão dos criminosos. Cinco bandidos participaram do crime, sendo que um deles já foi preso na última quinta-feira, dia 9, três estão foragidos e um morreu durante o crime na zona rural de Araras. Todos os suspeitos são de Engenheiro Coelho/SP.

Entre os suspeitos que tiveram a prisão decretada estão Carlos Vinícius Barbosa de 35 anos, Jonathan da Silva Porto de 23 anos e Welton Pereira da Silva também de 23 anos que estão foragidos, já o suspeito Sílvio Kraker Silvério de 32 anos está detido.

Entenda o caso

O crime aconteceu no bairro Marimbondo, era por volta das 21h30, quando quatro bandidos resolveram promover um assalto que acabaria fatal. De acordo com informações registradas pela Polícia Militar de Araras, familiares da vítima saiam do sítio em seu veículo quando foram abordados, ainda próximo ao local, por cinco homens armados que exigiram que todos voltassem para dentro do sítio.

Durante a ação, a movimentação e os barulhos chamaram a atenção do sitiante, de 63 anos, que saiu de dentro de seu quarto para verificar o que havia acontecido quanto foi surpreendido e baleado por um dos criminosos diretamente no tórax, minutos depois Gilberto morreria.

Ainda em meio a ação criminoso, o filho da vítima que também estava em um dos quartos ouviu parte da ação e também o barulho, e identificou que seria de um disparo de arma de fogo. Suspeitando de que poderia ser um assalto, o filho da vítima, um agricultor de 36 anos de idade, pegou o revolver calibre 38 do pai que estava guardado e foi verificar a situação até que avistou um dos criminosos armado em sua direção e não hesitou e logo efetuou dois disparos acertando o ladrão.

Após um dos bandidos ser atingido, os comparsas decidiram fugir em dois carros, o veiculo que eles haviam chegados até o sítio e também outro carro das próprias vítimas. O bandido baleado também foi levado pelos criminosos.

Eles fugiram em direção à cidade de Engenheiro Coelho, enquanto o sitiante foi socorrido pela família e levado até o Hospital São Luiz, porém não resistiu ao ferimento e morreu.

Alguns minutos após toda a ação, a Polícia de Araras foi informada de que um homem chamado Cláudio Cardoso de Souza teria dado entrada no hospital público de Engenheiro Coelho, mas que também teria morrido por conta de um ferimento causado por um disparo de arma de fogo. O homem, de 35 anos de idade, nascido em Monte Azul/MG, posteriormente foi reconhecido pelas vítimas como autor do assalto e então a Polícia concluiu de que teria sido o criminoso atingido pelo filho da vítima.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*