Dengue 1A Agência Reguladora ARES-PCJ analisa a documentação repassada pelo Saema (Serviço de Água, Esgoto e Meio Ambiente do Município de Araras) para reajustar o valor da tarifa no mês que vem, também começarão a ser emitidos os avisos de cortes aos inadimplentes a partir de março. A informação é do presidente da autarquia Felipe Dezotti Beloto.

De acordo com Beloto, quem define o valor agora é a Agência Reguladora e a tarifa deve ser reajustada já no mês que vem. ”Entregamos os documentos para a ARES-PCJ para que seja calculado o reajuste anual e estamos aguardando para saber o índice”, ressaltou.

É importante ressaltar que em janeiro, 10.684 contas não foram quitadas, o que representa 19,98% do faturamento. Em 2015, a inadimplência foi de 28,55% durante o ano – atualmente, a autarquia mantém 45.540 ligações, considerando neste montante casos de isenções e prédios públicos.

Desde janeiro, o Saema passou a cumprir uma deliberação da Agência Reguladora ARES-PCJ, em que atende os procedimentos de inadimplência no pagamento da fatura com a suspensão do fornecimento de água.

A emissão do corte de água será para ligações residenciais, comerciais e industriais que estiverem inadimplentes por 90 dias ou mais, a partir de janeiro desde ano.

A partir de março começarão a ser emitidos os avisos de cortes.

“Com a deliberação da Agência Reguladora determinando que cortemos o fornecimento de águas aos inadimplentes, reforçamos o pedido para que a população não atrase as suas contas, que pague em dia para que não haja qualquer tipo de constrangimento. Procure a nossa Central de Atendimento e faça o acerto”, reforçou o pedido o presidente do Saema, Felipe Dezotti Beloto.

Dívidas anteriores ao ano 2015 não se enquadram nesta deliberação. Nesta situação, o cidadão pode negociar o pagamento de sua dívida em até 100 vezes.

Quanto ao corte, ele consiste na instalação de um dispositivo bloqueador no hidrômetro e colocação de lacre na cor vermelha. Em caso da sua violação, poderá ser aplicada multa de um salário mínimo;

Regularizada a situação perante o Saema, será restabelecido o fornecimento de água mediante o pagamento do valor do serviço de religação, com prazo de 24 horas para cortes e 72 horas em caso de violação do lacre.

O cidadão poderá obter mais informações referentes à sua conta na Central de Atendimento localizada na Rua José Bonifácio, 645, Centro, ou no CAM Guerino Bertolini, na Avenida Irineu Carroci, no José Ometto.

Maria Gabriela Córnia

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*