Agentes continuam realizando o trabalho de nebulização Crédito: Sérgio Calori – Secom/PMA
Agentes continuam realizando o trabalho de nebulização
Crédito: Sérgio Calori – Secom/PMA

Araras registrou neste mês uma queda considerável nos casos de dengue. Em 15 dias, apenas um caso autóctone (contraídos no próprio município) foi confirmado pela Secretaria Municipal de Saúde. No mês passado, foram 38 confirmações – 37 autóctones e um importado.

Este ano, de acordo com balanço da pasta, foram registrados 400 casos positivos da doença, sendo 384 autóctones e 16 importados. A justificativa para a redução expressiva envolve vários fatores, entre eles ações educativas de controle e prevenção realizadas pela Secretaria de Saúde, além das baixas temperaturas registradas nas últimas semanas, que evitam a proliferação do mosquito Aedes aegypti, principal transmissor da dengue, da febre chikungunya e do zika vírus.

“Mesmo com a redução de casos, continuamos realizando ações educativas com o objetivo de orientar e conscientizar a população sobre as formas de prevenção à doença. O combate à dengue é constante e depende da colaboração de todos. Não é porque esfriou e os casos diminuíram que a população pode se descuidar”, reforçou a chefe do setor de controle de endemias, Luciana Cristina Coelho Bianco.

 

Ações contra a dengue

A Divisão de Controle de Endemias segue normalmente com as ações de combate à dengue. Para evitar a proliferação do Aedes aegypti, mosquito transmissor da doença, agentes de saúde realizam atividades de bloqueio contra criadouros (busca ativa) e vistorias casa a casa, além de orientações à população, atividades educativas e visitas periódicas a imóveis específicos, como indústrias, borracharias e escolas.

Após a constatação de novos casos, é realizada a nebulização em imóveis localizados na região onde o paciente mora. “A medida é específica e visa eliminar mosquitos adultos, com potencial para transmitir a doença”, reforça a coordenadora.

 

Sintomas e orientações

Os sintomas mais comuns da dengue são febre alta, dor de cabeça e nos olhos, cansaço, dor muscular e nas articulações, indisposição, enjoos, vômitos e manchas vermelhas na pele, acompanhadas ou não de dores abdominais e sangramentos espontâneos. Pacientes que apresentarem estes sintomas devem procurar imediatamente o posto de saúde mais próximo. Mais informações podem ser obtidas também na Secretaria Municipal de Saúde, que funciona no CS 2 Dr. João Geraldo Noronha. O telefone é 3543-1522. (Secom/PMA)

 

 

Balanço de dengue, chikungunya e zika

 

Dengue

Positivos: 400 casos (384 autóctones e 16 importados)

 

Chikungunya

Positivos: 3 casos (1 autóctone e 2 importados)

 

Zika vírus

Negativo: 1 caso

 

*dados atualizados pela Secretaria de Saúde nesta terça-feira, dia 14

 

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*