Felinos são os únicos hospedeiros definitivos da Toxoplasmose

A doença, na maioria das vezes não gera sintomas e pode ser adquirida pela ingestão de água ou alimentos contaminados.

O parasita que causa o problema fica hospedado no intestino dos gatos, e quando o animal libera as fezes, estes seres vivos, que são resistentes, podem infectar o ambiente, como água, solo e plantas, por exemplo.

Depois disso, a sequência, é a contaminação das pessoas. Vale lembrar que os seres humanos não liberam o parasita nas fezes, mas, quando a doença é detectada, pode ficar presente no corpo até o fim da vida.

Para evitar que o problema seja espalhado, é preciso manter total higiene ao lidar com as fezes dos gatos, principalmente no caso de grávidas. Isso porque, a doença no começo da gravidez pode causar aborto.

No meio, pode gerar sequelas permanentes no bebê, como retardo mental, alteração ocular e no desenvolvimento psicomotor. Em pessoas com imunidade baixa, a toxoplasmose pode afetar o sistema nervoso, coração, pulmão, fígado e provocar problemas nos olhos.

O município de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, já confirmou 14 casos da doença e outros 59 ainda estão como suspeitos. As informações são da BBC Brasil

Mais Notícias

COMPARTILHAR