Elenco do União São João de 1992. Em pé da esquerda para a direita: Velloso, Rossi, Edinho, Carlos Roberto, Vinícius e Beto Médice. Agachados: Alexandre, César, Marcos Roberto, Glauco e Esquerdinha. (Foto: União Mania)

Fato ocorreu em 27 de abril de 1992, após a vitória sobre o Noroeste de Bauru por 2 a 0, pela primeira fase da divisão classificatória do torneio nacional

O União São João de Araras ainda vive incertezas se um dia irá voltar ao cenário do futebol nacional. No entanto, sua hegemonia nunca será apagada da memória de seus torcedores.

Dentre os grandes feitos do passado, o Opinião destaca o acesso do clube à elite do Campeonato Brasileiro de 1993, fato este que ocorreu em 27 de abril de 1992 e que nesta sexta-feira (27) completa 26 anos. Naquela data o União venceu o Noroeste de Bauru pelo placar de 2 a 0, gols de Éder (12-2º) e Odair (40-2º), em jogo válido pela primeira fase do grupo 3 da divisão classificatória (hoje Série B) da competição nacional. Velloso, Rossi, Vinícius, Geferson, Roberto Carlos, Luís Carlos (Geninho), Odair, César, Edinho, Zé Luiz, Éder (Marquinhos) e o técnico Jair Picerni foram os responsáveis por apresentar o pequeno Alviverde ararense, que logo se tornara grande, a todo o Brasil. Além da vitória sobre o Noroeste, o Alviverde também contou com as derrotas de Juventus e Bangu para a combinação perfeita ao acesso.

A equipe ararense terminou a competição em oitavo lugar, enquanto o Paraná Clube ficou com o título. Além da equipe ararense, outros 11 times também subiram para a elite do Brasileiro naquele ano. A participação do União na divisão de acesso foi graças à vaga conquistada em 91 pela Copa Benedito Teixeira, quando foi campeão.

De 1993 a 1995 e depois em 1997 (após a conquista e acesso do Brasileiro da série B de 1996), o União São João enfrentou de igual para igual, em muitas oportunidades foi vitorioso, os gigantes brasileiros como Corinthians, Palmeiras, São Paulo, Santos, Flamengo, Internacional, Fluminense, entre outros.

Já no Campeonato Paulista do mesmo ano, o Alviverde terminou a competição em quarto lugar e garantiu vaga para o grupo A da temporada seguinte. 1992 também é marcado pela primeira convocação de Roberto Carlos para a Seleção Brasileira que disputaria o Pré-Olímpico.

Outras notícias

COMPARTILHAR