A partir de 1º de setembro, esses veículos estarão em situação irregular se circularem sem o licenciamento 2015, que custa R$ 72,25

Proprietários de veículos com placas de final 5 e 6 devem realizar o licenciamento obrigatório do exercício 2015, que custa R$ 72,25, até 31 de agosto, segunda-feira. Sem o licenciamento, os veículos serão considerados irregulares a partir de 1º de setembro, podendo ser apreendidos.

É importante salientar que não basta só pagar a taxa, é preciso portar o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV). Quem optar pelo licenciamento presencial, pois a entrega do CRLV pelos Correios leva até sete dias úteis, pode fazer o serviço tanto nas unidades do Detran-SP quanto nos postos Poupatempo. Os endereços podem ser consultados no portal www.detran.sp.gov.br.

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), válido em todo o país, todos os veículos devem ser licenciados anualmente e o porte do CRLV é obrigatório. Conduzir veículo com o licenciamento em atraso é infração gravíssima (artigo 230 do CTB): multa de R$ 191,54, inserção de sete pontos no prontuário do condutor, além de apreensão e remoção do veículo.

 

Passo a passo

A taxa de licenciamento para o exercício 2015 é de R$ 72,25 e pode ser paga pela internet, caixas eletrônicos ou nas agências dos bancos credenciados (Banco do Brasil, Santander, Bradesco, Itaú, Caixa Econômica Federal, BMB, HSBC, Safra e Citibank). Ao realizar o licenciamento, é preciso quitar possíveis débitos de IPVA, seguro obrigatório e multas.

Na hora do pagamento, é preciso fornecer o número do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam). Para receber o documento via Correios, é necessário pagar o valor adicional de R$ 11, referente à postagem. A entrega é feita em até sete dias úteis. É imprescindível que o endereço esteja atualizado junto ao Detran-SP. Caso contrário, não será possível fazer a entrega e o cidadão terá de retirar o documento em uma unidade de atendimento.

Quem preferir retirar o documento presencialmente deve apresentar o comprovante de pagamento na unidade do Detran-SP na qual o veículo está registrado ou nos postos do Poupatempo. Nesse caso, será solicitado um documento de identificação. Lembrando que nessa modalidade não se deve pagar o valor de envio pelos Correios.

A entrega poderá ser solicitada, ainda, por procurador, portando procuração original e cópia do RG do proprietário do veículo; ou por parentes próximos (pais, filhos, irmãos e cônjuge), apresentando documento que comprove o grau de parentesco.

O passo a passo completo do serviço está disponível na área de “Veículos” do portal Detran-SP (www.detran.sp.gov.br).

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*